04 abril, 2011

lembranças. lembranças é o que nunca se despede de mim. tu vais com toda a cortesia,e sabes,que deixas sempre a tua marca. deixas sempre em cada pessoa,disseste-mo e eu nunca fui uma excepção. não sei como o consegues e gostava de puder ser como tu. mas só dar lembranças boas e de ti,guardo mais más do que boas. sempre tivemos duas caras,dois mundos. e eu nunca soube lidar com nenhum dos dois. mas tu..tu sabias melhor do que ninguém. conseguias passar de um para o outro num instante de segundos e levar-me contigo. nunca me questionei porque eu queria,queria que me levasses contigo. só assim me deste as tais lembranças no coração e estas,estas não podem ser queimadas ou deitadas fora. têm que se ir relembrando até deixar de fazer sentido,mas aqui estou eu e nunca deixou de me fazer sentido. por mais confuso que fossem estes dois mundos,eram bem melhores do que o mundo onde me encontro e onde andava quando te esquecias de me levar contigo. o mal que me fazias foi sempre o que me prendeu a ti. é estranho. foi estranho. se fosse há tempo atrás, nunca me deixaria alimentar deles. mas foi tudo ao contrário do que eu planeava e do que eu estipulava. oh o teu leve beijo que trazia estados de esquecimento. mas nunca pude fazer nada e continuo a não poder. eras a única pessoa que se lembrava do outro meu lado que há muito queria ser descoberto. e foi só por isso,que guardo lembranças no coração. foi só por isso,que continuo a sonhar com o meu abismo. 

8 comentários:

márciaboaventura disse...

adorei adorei :o

annie disse...

escreves tão bem. está lindo, lindo. adoro vir cá todos os dias. e um muito obrigada <3

Mafalda disse...

Está lindo Joana, mesmo lindo e do coração!

fátima pereira! disse...

ora essa :p.
já passou, estou mais descansada!

ines disse...

que perfeito joana!

raquel disse...

oh não tens de agradecer <3

simple mind disse...

Obrigada Joana, mas os teus são completamente fantásticos, mil vezes fantásticos. Vidro-me a lê-los. Lindo.

vera disse...

existem fases de praticamente 3 anos, joaninha?