15 dezembro, 2010

há pessoas tão ridiculas, ás quais deviamos tratar como insignificantes. o problema é,que o ridiculo é tao absurdo que sou incapaz de virar as costas. é como se me consumisse a minha auto defesa,e me deixasse demasiado exposta para fechar os olhos. há atitudes certas que não as temos. não por não querermos, mas por não nos fazerem o sentido necessário. porque no fundo, a nossa consciencia fica acima de tudo

3 comentários:

simple mind disse...

tens toda a razão, belas palavras.

lá love disse...

obrigada querida :)
mas para chegar a ela ainda tenho de correr muito *

s. disse...

adorei *