26 fevereiro, 2011

E incrivel como podemos sentir uma multiplicidade de emoções e estados de espirito em simples 24horas. E em conjunto com estes sentimentos, vêm escolhas e decisões e arrependimentos se for preciso. Ha estados de espirito que são chamados mais estados de loucura,por nos deixarem cometer todos os erros de cabeça fria,todos os erros incertos. O nosso lado emocional gira como um movimento de translação em redor dos outros,em redor de nos proprios. Não é trabalho facil gerir tal confusão,e as vezes,gera-se o desiquilibrio,talvez improprio aos olhos de quem se ofende e de quem largamos a bomba. Mas o que eles não sabem,é que largamos sempre as bombas mais pequenas. As maiores,as maiores mesmo,continuam connosco ate outros estados de espirito nos fazerem esquecer por momentos,por mais 24horas,ou talvez mais. Louvados somos por ainda reagirmos,reagirmos as tantas emoçoes que nos envolvem exterior e interiormente. Porque se assim nao fosse,a bomba ficava tao grande,mas tao grande,que quando explodisse,nem a alma se salvava. Ainda nos dizem para ir com calma,e para acomularmos mais um bocadinho,so para não ficar mal e não termos o protagonismo de louca. Mas mais calmo que isto? Desculpem, mas torna-se impossivel. É das unicas vezes em que pensamos em reagir sem nos preocuparmos com as impressões,e ainda nos querem cortar essas rédeas. Que raio de liberdade temos nós então? E se somos todos iguais, os olhares interrogativos não passam de meros olhares,sem pura interrogação. No fundo,nao passa de uma outra defesa humana,para que o papel de vilão nao lhes pertenca. E aí sim,concentra-se algum egocentrismo e egoismo. Se ao menos se lembrassem antes que somos simplesmente todos iguais,não lhe ficaria tao mal.   

29 de janeiro,00:10
puro desabafo

17 comentários:

Carla disse...

Gostei. :)

RuteRita disse...

princesa, vai ao blogue. espero que esteja da forma como costumas idolatrar o que escrevo.
quanto a isto ?
só digo : A-M-E-I

sofia pinto disse...

tens tanta razão mas tanta !

e sim realmente custa

RuteRita disse...

fiquei mesmo ansiosa com a tua reacção porque afinal de contas foste tu que pediste e eras tu que querias, digamos, sentir as minhas palavras

RuteRita disse...

por um lado soube-me muito bem escreve-lo e por outro também, queria ver até onde iam as minhas capacidades, se é que me entendes querida

Carla disse...

secalhar o meu problema foi mesmo esse:nunca ter feito ou visto nada que me prendesse de verdade e me levasse a dizer:é isto que eu quero.
mas eu percebo que realmente seja difícil as outras pessoas não acharem isto muito real/possível até normalmente toda a gente segue aquilo que sonha em criança e quem o faz eu admiro.Mas eu não segui essa "norma". Apenas me habituei. :)

Carla disse...

sim, isso também é verdade.Por muito que custe "ouvir" há coisas que não vale apena, pelo menos cá.

sofia pinto disse...

era mas acho que nem mesmo nós compreendemos os outros a 100%
é complicado

RuteRita disse...

ó minha querida, obrigada mesmo.
adoro o teu blogue e por acaso tmbm estou a pensar em mudar o meu

daniela duarte disse...

ohh, como eu te percebo, sinto-me tal e qual :)

sofia pinto disse...

sim apercebemo-nos e esforçamo-nos completamente para isso mas só depois de sentir na pele e que percebemos realmente, na minha opinião.

annie disse...

gostei imenso *-*
eu acho que vai valer a pena e que vais gostar mesmo muito!

RuteRita disse...

podes-me amostrar uma pf?

sofia pinto disse...

é mesmo (:

RuteRita disse...

link princesa

daniela duarte disse...

a ti e a mim! como te percebo :')

Maria. disse...

obrigada (:
adoro a musica do teu blogue