17 fevereiro, 2013

mantenho o coração quente enquanto posso. Enquanto não me lembro do quarto escuro que ainda atravesso no corredor. Mantenho-me distante de mim mesma e chegada ás coisas boas da vida. Aquelas que vivo sem ti. Aquelas que me mantêm num patamar nem muito perto, nem muito longe. Flutuo enquanto penso. Enquanto tento não pensar. Há dias reservados para mim e esses dias são o hoje e o amanhã. 

1 comentário:

cláudia disse...

é bom termos o nosso próprio sorriso não é? gostei muito joaninha e parabéns pelos 3 anos*