21 agosto, 2011

serei sempre eu.

tentei preparar-me durante toda a nossa viagem para este momento. apenas tentei,não consegui. tal como todos os casos que quando acontece,nunca se está realmente preparado. adorei ser ingénua,em muitos dias. sabia-me tão bem,sabia-me tão mas tão bem. sempre com um pé no chão,eu acreditava no para sempre. tem graça. como é que se pode ser tão racional e ao mesmo tempo tão sonhadora? sou essa mistura. Sempre tentei imaginar a dor que ficava,no fim. essa,é ruim. arranca-nos o coração e esmaga-o aos poucos. dá-nos pancadas fortes que saltam para fora e nos cortam a respiração. já nem me lembrava dela. Fui sempre amada quando precisava. Sempre pensei que nem abrir os olhos,iria conseguir. sempre pensei que me iam faltar as palavras.sempre pensei nos meus olhos abatidos,depois de chorar todos os dias. Mas eu não sou igual ao que penso. sou ligeiramente igual. Tenho um pontinho de luz que toda a gente conhecia menos eu. e esse pontinho de luz faz crescer sorrisos. sorrisos de nada,apenas na sua forma mais nua. Eu gosto de sorrir por algo. e esse algo tem um nome,sempre terá. Eu acredito que ainda vou conseguir fazer nascer esses sorrisos de algo. Não brinquei aos sonhos. Foste e és tão real aqui,neste lugar e não posso dizer que não. Gosto de te sentir assim. Tenho medo. medo de toda esta força ser apenas uma farsa. tenho medo de deixar de te saber localizar no mapa. Tenho medo de me afastar desta fase da minha vida. Foi uma fase boa,contudo. foi uma das fases mais felizes da minha vida. conseguiste,conseguiste fazer-me feliz. fico-te agradecida. cresci contigo. fiz-te crescer. crescemos juntos. E quando me dizes que não falhei em nada...falhei. ora se falhei. mais do que acreditaria. Mas como a entrega faz parte do amor,eu perdoo-me. Obrigada por essa força,essa tua força valente. por esse teu espírito tão teu que me transformou. Frases que ficam,olhares eternos. palavras que fizeram noites. beijos e abraços ainda marcados no meu corpo. vão ficar por muito tempo,vão ficar. por alguma razão eu sinto que serás eterno. ai o cheiro,o cheiro,o cheiro. esse,está dentro e fora. estás nos lugares,nos passeios,nas minhas mãos,na ponta dos dedos. fizemos melodia. fizemos tanta melodia nas esquinas que passámos. os pássaros ainda ouvem,sabes? e a nossa rotina. bem guardadinha num cantinho do meu coração. usámo-la muitas vezes,porque aquilo,aquilo éramos nós. eu a dar-te um beijinho fugaz e a sorrirmos um para o outro. sorriamos muito,que bom. sempre o disse,que adorávamos sorrir um para o outro. e quando olhavas demasiado para mim e eu recolhia-me sempre. tinhas piada. é verdade,um dos teus lados que mais me conquistou. nunca te disse que havia dias que adorava que ficasses sério depois de eu dizer algo franco. nunca te disse,que pena. mas era aquele pequeno sinal que dizia que me tinhas ouvido,da maneira que eu queria. ainda sei que vou sonhar com as tuas gargalhadas. ainda sei que vou sentir saudades de acordar e a primeira coisa a pensar é em ti com um sorriso aberto. ainda sei que vou sentir tanto a tua falta,mais do que hoje. vou sentir desesperadamente até me faltar o ar. mas sei também que vais sentir a minha,mais do que eu penso. sei que te marquei de tantas formas possíveis. e sei que era assim que tinha de ser. eu tinha que deixar a minha marca em ti,para sempre. é assim que tento fazer sempre, ainda para mais quando conquisto um coração por tanto tempo. tenho tanto medo de deixar de sentir o teu amor,mesmo que à distância. sinto-te aqui ao pé de mim,a olhar para as tuas mãos. sinto-te aqui a mexeres-me no cabelo e a agarrares-me impulsivamente. Não há ninguém igual a ti,ninguém. e não há ninguém que me tenha marcado tanto como tu. tinhas uma energia a tua volta,que só a ti te pertencia. passaste-a para mim,sinto-a. Ainda não consigo afirmar se vou ter um recomeço. não consigo sequer imaginá-lo. a verdade de todas as verdades,é que ainda não o quero sem ti. ainda te quero solapadamente sem pensar no amanhã. Mas eu fiz tudo o que estava nas minhas mãos. fui uma guerreira,comandei. conquistei. fiz os ventos mudarem de direcção e vi o sol a nascer. fui a apaixonada de pés na terra que se soube deixar levar. e este amor? nunca se escreverá.  gostei do meu amor. gostei de o ver a percorrer as veias,enquanto via tudo as cores. Foram tempos de vida. Mas até agora,ainda não me consegui esquecer da frase que me vai guiar durante o tempo "o que é nosso,as nossas mãos vem parar". Tu foste meu,és ainda meu,tão meu. e eu serei sempre tua,rendida aos teus encantos. leva-me para todo o lado e usa aquilo que te ensinei. eu serei sempre eu,talvez a tua espera. a torcer por ti. voa sozinho,está na tua hora de mostrares a ti mesmo que te mereces. relê as minhas palavras sempre que puderes, aquelas que eu deixei com essa mesma intenção. aquelas que eu deixei para te encaminhar para a frente. Não desistas de ti porque eu ainda quero guardar a tua imagem por inteiro,sã e salva para quando olhar de novo, saber que evoluíste. saber que continuas o mesmo Diogo,mas pronto a dar tudo o que tem. amo-te ainda por muito tempo e amar-te é bom. ficas com as minhas batidas por hoje,elas são nossas. sempre foram,sempre serão.

11 comentários:

carina disse...

como és capaz de escrever tão bem?

carina disse...

nota-se, está tão sentido! bem, estás de parabéns:)

cláudia disse...

aii querida joaninha, este textinho até me comoveu. és linda sabias ? tens um dom enorme para a escrita, e desejo-te as 'melhoras' meu bem *

Emmeline disse...

acertas sempre em cheio..começei a chorar quando entrei aqui. primeiro pela musica depois pelo texto. e depois por me sentir orgulhosa de te conhecer. saber que nao deixas cair a cabeça. ensina me a ser assim joana. e claro, guarda o texto. confio em ti

Emmeline disse...

es adoravel, mexes tanto comigo:)

ines disse...

Existe sempre um Diogo não é? E em conjunto com ele, felizmente, existe sempre uma Joaninha, uma alma forte e cheia de amor, cheia de sonhos e sabedoria. És linda, de todas as maneiras, lindissima.

Sofia Moreira disse...

adoro, como sempre.

inês disse...

muito obrigada. estás? vou já ver isso

annie disse...

este texto, uau. está tão sentido, meu bem. e tu é que és linda, por isto tudo e muito mais. por me dizeres essas coisas, e me deixares feliz. e espero que fiques bem <3

Emmeline disse...

um dia apareço a porta da tua casa. e levo te flores,mas com sorrisos de retorno.. :)quero te bem

RuteRita disse...

sinceramente ? PERFEITOOOO !
q saudades Joana !