03 julho, 2011

é isto


Não podia deixar de colocar isto aqui. identificou-se tanto comigo como qualquer um de vocês,aposto. Mas sei que escrevo muito aqui,mais do que algum dia imaginaria. E faz-me bem,muito bem. 

20 comentários:

RuteRita disse...

o teu tenho de dar follow, obvio !

Emmeline disse...

pus ontem.. achei tao bonito que nao resisti. oh pois sim, so posto fotos para de alguma forma os seguidores me "sentirem mais" mas apaguei porque nao gosto assim tanto de me expor

Emmeline disse...

o meu blogue é um lado meu muito misterioso e as vezes acho que expor me dessa maneira faz perder me o encanto.. mas vou (re)postar.. a ver.

Tha ! disse...

claro que me identifiquei, adorei o blog, linkei tudo bem?
bj

ana moura disse...

ai nem mais. sabe tão beeeem escrever aqui :)

ivone silva. disse...

acho que sinto isso todos os dias

jezebel disse...

amanhã já vais estar Sol :D

inês disse...

a rapariga que me plagiou foi a mesma que te plagiou a ti, eu descobri quando vi aqui o teu post. era para te dizer mais cedo, mas acabou por me passar. ela ja apagou o meu.

inês disse...

ela tambem me pediu desculpas, sim. por mim acabou aqui, visto que lhe pedi para apagar e ela apagou, mas custa-me muito e certamente que a ti também.

jezebel disse...

pelo que tive a ver na meteorologia sim :) e orgulho-me baby! :)

ines disse...

ha sempre alguém que se vai importar joaninha

inês disse...

eu prefiro saber

ines disse...

infelizmente é daqueles reais..

c. disse...

a quantidade de textos que tenho guardados como 'rascunhos' aqui no blog, só provam o quanto me identifico com isso (:

annie disse...

e ainda bem que escreves, joana. é um prazer ler-te <3

Sara. disse...

Sim, identifiquei-me mesmo!
Obrigada Joana, eu também gosto muito da música <3

c. disse...

sim, talvez um dia faça isso mesmo (;

Indie-Go! disse...

é exactamente por isto que nao actualizo o meu há ages, prefiro escreves em guardanapos, ou em papel de mesa de jantares de turma embebidos em sangria! xD

the eyes of mara disse...

Um acto livre que nos permite dizer tudo aquilo que sentimos. É sempre bom, independentemente de existir pessoas interessadas em ler ou não.

Mafalda disse...

Foi assim comigo também...