23 junho, 2011

talvez devêssemos abrir as asas. talvez devêssemos esticar-nos um bocadinho todos os dias e ir tomar o pequeno almoço fora ou mesmo jantar. Talvez devêssemos beber mais que uma chávena de café se nos dá agrado. talvez devêssemos ir procurar o que nos faz falta em livros. em frases feitas,porque não? talvez devêssemos andar sempre de mão dada. Talvez devêssemos estar sempre rodeados, rodeados do cheiro da vida. talvez devêssemos não pensar,apenas fazer acontecer. talvez devêssemos esperar pelo inesperado que tem sempre mais graça. Talvez devêssemos sentir e não fazer só o que devemos. talvez devêssemos amar mais. Criar paixões,dar-lhes a volta. quantas vezes pensamos que estamos a aproveitar tudo e não estamos? quantas vezes a vida como ela é na sua verdadeira essência está a bater-nos a porta e nós vivemos nas nossas paredes a achar que é só aquela vida que nos pertence? quantas vezes temos ansiedade para cometer as loucuras e no segundo a seguir,recuamos quase que inconscientemente? talvez devêssemos praticar mais os cinco sentidos. conhecer até ao único pormenor, ouvir as janelas a abrir, ouvir o barulho dos lençóis, ouvir o barulho que evitamos. talvez devêssemos limpar de vez o pó que nos impede de andar em frente, andar para onde queremos andar. Porque no final de contas, é por isso que serve o verbo querer e é por isso que ele é de todas as pessoas. E talvez devêssemos partilhar mais, pedir para quererem connosco. Há sempre mãos que parecem o mundo, sempre altruístas. E depois de as agarrares, faz também por elas. Mesmo sem elas pedirem, usa os teus cinco sentidos e pratica então o inesperado. vais-te sentir melhor,eu digo-te. Os dias vão parecer coloridos e tudo porque fizeste o que querias,a viver. 

18 comentários:

ines disse...

ai joaninha, mais um encanto!

ana moura disse...

nunca disseste, mas fico feliz.
maravilha, maravilha. dizes tudo o que eu quero ler e espero

ana minhalma disse...

está lindo como sempre

Maria Filipa disse...

lindo lindo lindo *

Luisa Gonçalves disse...

está excelente (:

Joo disse...

é um prazer vir ao teu blog e ler :)

ines disse...

nao imaginas como sabe bem ler isso, obrigada joaninha

carina, disse...

ohhm, está lindo

annie disse...

"quantas vezes temos ansiedade para cometer as loucuras e no segundo a seguir,recuamos quase que inconscientemente? talvez devêssemos praticar mais os cinco sentidos. conhecer até ao único pormenor, ouvir as janelas a abrir, ouvir o barulho dos lençóis, ouvir o barulho que evitamos. talvez devêssemos limpar de vez o pó que nos impede de andar em frente, andar para onde queremos andar. Porque no final de contas, é por isso que serve o verbo querer e é por isso que ele é de todas as pessoas." - sabes que mais? isto é tão eu. adorei umas dez mil vezes. está tão verdadeiro. temos as duas, um mundo dentro de nós, sem dúvida <3

jo disse...

Talvez devêssemos fazer sempre o que nos apetece e Carpe Diem!

May disse...

desejo maldito, fogo!

zoey disse...

este texto está excelente !
não diria melhor :)

Silvana disse...

que lindo texto "talvez devêssemos não pensar,apenas fazer acontecer" adorei

Emmeline disse...

e este foi inspirado? talvez,talvez

ana moura disse...

acredito joanaaaa

Emmeline disse...

pois, notei, notei mesmo. é bom ver. sabe bem bem

Mariana disse...

Está lindo este texto:)
ecreves taooo bem e tens toda a razao no que escreves <3

beijinho*
Mariana

Alexnadra disse...

(Tenho um blogue literário, http://aquihalugarparaliteraturas.blogs.sapo.pt/, e copiei este teu texto para lá, escrito entre aspas e, com referência ao teu blogue, para te dar os devidos créditos.) Este texto aquece-me o coração. Muito bonito.