12 junho, 2011

 Tive saudades do nosso sitio. O nosso sítio que estará sempre marcado pelas nossas impressões,pelos nosso primeiros olhares,pelos nossos toques, pelos nossos ritmos cardíacos, pela minha alma dentro da tua, pelas respirações ofegantes, pelos meus passos a seguir aos teus, pelas luas cheias e amanheceres, pela minha pele transpirada, pelos nossos sorrisos encadeados,pelo teu charme seguido do teu cheiro. Pela minha segurança cada vez que me lembrava que estavas ali. Nunca racionalizei nada que fosse só nosso. Tudo porque vivia como se fosse a ultima vez para tudo. a ultima vez para te puder olhar e tentar tirar o maravilhoso que os teus olhos ofereciam. Ficava vidrada na tua beleza, no teu jeito tão independente e extinto . Nada na minha vida,se comparou aos paraísos que me trouxeste e ás noites cheias de tudo até não puder mais. deste-me tudo e eu nunca pedi nada. Deste-me tudo porque tu eras tudo. Tenho saudades do nosso sítio e de nós a preenchê-lo. Já não passo lá há muito tempo. Nos primeiros dias ainda soube pisar o mesmo chão do mesmo jeito e soube olhar em redor com a mesma graça. Agora acho que deixei de ser capaz. Continuo a saber como o fazia, porque é como andar de bicicleta,nunca se esquece. E desde o momento em que uma paisagem nos conquista, nunca deixa de assim ser. Mas perdi a coragem. Sei que se baixar a cabeça e apenas me lembrar não saio destruída. Nesses mesmos primeiros dias ainda me veio o teu cheiro tão fresco. Como quando o sentia logo pela manhã quando nos encontrávamos lá. Era o cheiro dos meus dias. Já nem sequer me lembrava do meu. O teu estava no mar,no céu, na natureza, dentro das minhas gavetas. estava repleto de sonhos. E cada vez que inspirava fundo, sentia que me tocavas devagarinho para não deixar feridas. Sentia que me tinhas descoberto o coração e mostravas ao mundo para todos verem o quanto o embalavas. Mostraste-me o mundo sem ser um risco. Deixaste que formássemos um. E só depois disso,acreditei nas almas gémeas. As almas gémeas criam mundos, fazem a diferença, vivem paraísos, vivem de tudo, conhecem o impossível e tentam enchê-lo de suaves carícias. Eu estava a tua espera desde sempre, e tu também. Mudaste a minha vida. Mudaste a maneira como olho para dentro de mim e mudaste o meu coração. Sinto saudades de viver do nosso sítio. Sinto saudades de não me importar com a minha vida rotineira e ter as tuas palavras a voarem nos meus ouvidos e a dizer que tudo fica bem,basta olhar para as estrelas. Preciso de ti para me relembrar disso. Preciso da tua paz, das tuas emoções a flor da pele, das tuas aventuras, dos teus gritos de felicidade, da vida a correr-me de cima a baixo,começando pelos pés e acabando nas minhas mãos no teu peito. Quando dizem que a vida é feita de momentos, ninguém mente. Os momentos fazem uma vida. E podemos viver presos de momentos para sempre. Já fizeste valer tudo a pena. Obrigado do fundo do coração por seres um mundo diferente, um mundo onde eu coube durante muito tempo,um mundo com o sabor de vivência e com os pés sempre no ar,sem nunca descer a terra. 

14 comentários:

ines disse...

eu já nao sei o que te dizer joaninha, roubas-me mesmo a reacção com estas palavras maravilhosas conjugadas na perfeição. és uma "pequena" grande escritora, nunca por nunca duvides disso.
um enorme beijinho

ivone silva. disse...

o que te posso dizer é o típico: o tempo cura tudo. (mas, na realidade, cura). e, já agora, boa sorte joana!
um maravilhoso texto!

carina, disse...

maravilhoso, perfeito

Joana pinto disse...

de nada querida (:

Esboços disse...

O texto esta lindissimo Joana :) Força*

Emmeline disse...

no fim de contas "somos o sitio que nos faz falta." e o teu blogue e estas palavras tão.. não sei - começam a sê-lo.

Emmeline disse...

(tu inspiras-me tanto)

ana moura disse...

sublime.. a sério que sim

Emmeline disse...

ohhh..:) escreves de uma maneira tao genuina que as pessoas apaixonam-se

Rita disse...

Como se chama a música que tens? È linda de morrer (:

Como segues o meu blogue (o que desde já agradeço bastante) queria avisar-te que vou mudar e se quiseres ver as minhas novas publicações, elas estão neste blogue que apartir de agora vai ser aquele a que me vou dedicar de alma e coração: http://freestyle-of-rita.blogspot.com/
Obrigada,
Rita

simple mind disse...

Eu adoro ler os teus textos, e leio, leio, leio e volto a ler... sabe-me tão bem deliciar-me com as tuas palavras, esqueço o resto!

andré disse...

ainda tou para apanhar a mnh primeira, mas yaaa

Mafalda disse...

Sabes Joaninha, está realmente do melhor, fantástico mesmo. Não pares de escrever assim*

annie disse...

posso-te dizer que foi dos melhores textos que já li aqui, juro juro. e sabes, és um amor a escrever, sem dúvida. adoro tanto <3