18 junho, 2011

Preciso de sítios que me tragam aquilo que não tenho sozinha,no nada,no vazio. preciso de coisas novas,de novas sensações,novas emoções, coisas a fervilhar,que tenham sabor à vida. porque eu, já não chego lá assim,com as minhas pequenas coisas boas do dia-a-dia. já não chego nem quero chegar. Quando paro no tempo e não me agito,deixo de ver tudo a cores. Deixo de não pensar e penso e repenso. repenso à noite,repenso quando acordo. repenso até respirar fundo. Só queria não pensar demais,ir andando andando sem esperar por nada. Queria não ter a necessidade de conhecer o futuro e ter que ter conhecimento do que vou pisar. queria saber relaxar. Queria não ter tanto medo do tempo. Queria não ser tão calculista no que toca ao meu corpo e as minhas pequenas coisas. Preciso de pessoas com as palavras certas nos momentos certos. Preciso que debatam comigo e que me abanem e me façam esquecer o que não me faz falta. Queria só viver do presente e não sempre com um pé á frente ou 30 pés a frente. Queria ser ingénua,as vezes. Queria saber controlar-me,e deixei de saber. Queria saber dizer "basta" para mim mesma e adormecer satisfeita. Queria não ter o coração nas mãos e a respiração a paralisar-me. Queria sorrir mesmo quando penso nos fins. Queria não procurar respostas que nunca as vou ter. Queria ter sempre na cabeça que a felicidade em momentos é instantânea e não a podemos guardar para sempre. Queria apenas deixar-me ir,oh se queria. Queria que a expressão "a vida é curta" deixa-se de existir. Porque não é,quando fazemos tudo o que queremos,não é. E queria que a minha vida chegasse para fazer tudo aquilo que quero. E nunca me vai chegar porque sou uma insatisfeita por natureza. tenho dito

12 comentários:

carina, disse...

tens noção que tens uma escrita única? escreves muito bem mesmo

zoey disse...

Adorei :)
é natural, sermos todos uns insatisfeitos! Mas há que lutar pelo que se quer e mudar o que se pode ;)
vou seguir *

Mafalda disse...

Adorei esta explosão de sentimentos Joaninha. És linda, linda*

ivone silva. disse...

gosto tanto!

annie disse...

como te entendo joana, completamente. e tu és um amor, volto a dizer.

ines disse...

essa insatisfação é comum, cabe a nós passar do "quero" ao "faço"

Mafalda disse...

Vais/vamos ter, e sei que sim:)

Hapi disse...

Ainda bem que é nesse sentido e te transmiti alguma coisa! De nada, obrigada também :$

ana moura disse...

despe! a vida é tua, faz dela o que quiseres

Emmeline disse...

nao sei muito de ti a nao ser as palavras e nao sabes o quanto isso me conforta. (e sorri)

Danii disse...

obrigada também querida :) <3

ana moura disse...

acho e não quero cair em erro, que és um pouco como eu. pensamos demais, pensamos e enterramos a cabeça em pensamentos e isso nem sempre (ou quase nunca) é saudável.