06 março, 2011

eu ouvi dizer que ela te faz feliz. mais feliz que eu decerteza estás porque enquanto que tu conseguiste superar todos os danos,eu ainda aqui estou a espera de encontrar uma saida neste cubiculo de quatro paredes. em parte o tempo de espera foi com a esperança que ouvisse um ruido algures que me indicasse que precisas tanto da minha ajuda como eu preciso da tua. é tão engraçado que agora seja eu a precisar de ti. a vida é realmente traiçoeira e sabendo que eu ia destruindo todos os passos que alguma vez dei,fez-me chegar aqui sem nunca um abre olhos. e ela sabia também que os papeis se iam inverter,mas nunca me sussurou um sinal que seja. tenho a certeza que ainda sentes uma pontinha de saudades,porque ela não sou eu,nem eu sequer chegarei aos calcanhares dela,um dia que seja. mas tu,oh tu,racionalizei-te quando te tinha por inteiro,racionalizei-te em todas as vezes que precisavas de mim,racionalizei-te durante noites. e agora,sou so eu em frente ao espelho a recordar o tempo em que ele estava decorado com o teu sorriso. agora sou so eu,e que triste eu. se ao menos,neste preciso momento ainda ouvessem dois caminhos. mas um foi percorrido por ti,o outro foi enganado tal como eu pensando que ia ser percorrido por quatro mãos e quatro pés. nenhum restou e agora sou so eu neste cubiculo de quatro paredes. mesmo que tivesse a força na voz para te pedir a mão,tu já estarias a caminhar noutra calçada. e por isso sou só eu e este fardo pesado que eu propria enchi com as duas mãos e de corpo e alma,e que estupida alma. ainda me recordo dos tempos em que dizia que parecia eterno. porque é que não me calaste? fico assim presa ao que podia ter sido e não foi,pois até o que parecia ser real eu racionalizei de corpo e alma.

12 comentários:

marta disse...

a-d-o-r-o :)

photographer in amsterdam disse...

mais uma. adoro! não precisas de agradecer...

Mafalda disse...

Está tão lindo:')

Hapi disse...

Está lindo!

Anniee. disse...

amei querida :o

Carla disse...

eles são muito bons. :)

joana disse...

ai joana, eu compreendo-te tão bem...
estou aqui lavada em lágrimas por isto mesmo!

Mariana Pereira disse...

este texto podia adaptar-se tão bem a mim..Mas sabes, tal como eu vais conseguir seguir em frente e ter a força necessária para te tornares amiga dele, talvez.

annie disse...

está tão bonito. adorei.

Mariana Pereira disse...

não diria*

Mariana Pereira disse...

pq em tempos adaptou-se tão bem à minha realidade..

raquel disse...

senti cada palavra deste texto, acredita. vieram-me as lágrimas aos olhos e fartei-me de chorar quando acabei de o ler. revejo tanto a minha situação aqui.. sei que é ficticio, mas descreve tão bem o que estou a viver agora.

adoro ler o que escreves*