22 fevereiro, 2011

as vezes fazes com que queira voltar ao passado. fazes mesmo. fazes com que tenha vontade de sentir aquilo que tu eras e voltar a reconheçer. altura em que eras seguro e fiel a ti próprio,um pouco mais corajoso e com estima pela vida. eras outro. ou eu é que não te conheçia suficientemente bem e por tras dessas qualidades todas eras tão inseguro como es agora? mas quando dizem que mudaste,mudaste mesmo,e acho que tens consciencia disso. em parte,foste condicionado pela vida e pelo que se tem sucedido mas tambem proveio de ti,eu sei que sim. proveio dessa tua falta de desinteresse por tudo e custa-me acreditar que tu,o teu desde sempre,te tenha fugido por entre os dedos. acredito que ainda esta bem escondido apenas sobreposses-te os teus medos e as tuas falhas. tenho saudades,saudades,saudades. e talvez esteja a ser injusta,mas tenho saudades. sabias que maior parte da tua ex confiança era transmitida para mim? sabia-me bem ter alguém com certezas. sabia-me bem ouvir experiencias. agora,não passam de memórias que me levaram a gostar tanto de ti. apesar de seres outro,ainda te vejo ou quero acreditar que te vejo confiante.

4 comentários:

Maria. disse...

gostei :o
sigo (:

Patrícia Costa disse...

o mesmo posso dizer ddeste blog. identifico-me imenso! sigo*

annie disse...

que bonito :)

luisinha disse...

fiquei rendida só de saber que ouves adele