16 novembro, 2010

"Um dia, quando a ternura for a única regra da manhã, acordarei entre os teus braços.
 a tua pele será talvez demasiado bela e a luz compreenderá a impossível compreensão do amor.
Um dia,quando a chuva secar na memória,quando o inverno for tão distante, quando o frio responder devagar com a voz arrastada de um velho,estarei contigo e cantarão pássaros no parapeito da nossa janela, sim, cantarão pássaros, haverá flores mas nada disso será culpa minha porque eu acordarei nos teus braços e não direi nem uma palavra,nem o princípio de uma palavra para não estragar a perfeição da felicidade."

3 comentários:

Sara. disse...

Lindo, lindo +.+

filipa disse...

adorei *

RuteRita disse...

Acho que precisava de te dizer isto :c
Tudo acabou, e estou - te a dizer porque foste umas das melhores pessoa que encontrei e sempre te contei tudo o que se passou.
Tudo acabou porque a traição é sempre mais dura.
Obrigada por tudo, e principalmente por sempre me ajudares <3 Nunca esquecerei isso.

Adoreii