08 outubro, 2010

agora podias ser tudo. podias ser um sorriso, ser um olhar, ser o vento, ser a chuva, ser o sol, ser o ar que respiro. eu levava-te ao meu coração e apertava-te com força. deixava-te no quentinho do meu coração, como se fosse o ultimo carinho. é lá, que guardo todas as memorias e todo o amor que eu alguma vez tive por alguém. Apesar de tudo, é la que nos encontramos, e é lá que tu permaneces.
e não ha melhor canto, que este.

14 comentários:

inês zép disse...

bem me parecia!
está bonito, eu gosto :) mudanças fazem bem, na sua maioria.
um dia experimento a ler o teu blog todo para ver se não gosto de algum post, é que até aqui, gostei de todos *.*

RuteRita disse...

a sério jo ?
gostei da nova mudança !

Ana Luísa disse...

subscrevo o que disseste, e amei o teu post, amo o teu blogue, a maneira como escrever, gosto muito, muitos parabéns !
e realmente, mas as vezes parece que quanto mais tentamos contornar a tristeza, parece que ela ainda se acentua mais, enfim, a cada passo tenho é mais certezas que não percebo disto, e se calhar nem vale a pena perceber, porque como disseste não há forma de escapar a tristeza !

Ana Luísa disse...

escreves*
não percebo nada disto*
a pena tentar perceber*
desculpa os erros

Isabel disse...

Gostei mesmo muito Jo *.*

A* disse...

Esse cantinho deve ser uma ternurinha ! :)

luna disse...

obrigada.
que texto mais fofinho :')

Qátjinha disse...

Está pequeno, mas está querido!
Obrigada :3

Nitinha disse...

Vou seguir ;)

marta disse...

que lindo *-*

adoro ver o teu blog assim (:

nicas disse...

adorei o teu espaço querida :)

marta disse...

tenho um selinho para ti jo (:

Cárina Silva disse...

está lindo, adorei :) beijinho.

marta disse...

o terceiro a contar do fim x)