19 agosto, 2010

e os sonhos que fazemos os dois debaixo das cobertas? seja nas noites frias, seja nas noites quentes. as promessas prometidas?as voltas na cama, com suspiros de vontade? os susurros imaginados? as cócegas nos pes? as gargalhadas silenciosas? os olhares eternos? todas as noites, é o mesmo. sinto-te a tocar no meu cobertor, como se fosse o nosso cobertor.
todas as noites, um lugar fica guardado para ti.  Nos nossos sonhos, tu ocupas esse lugar, e não é de mais ninguém. deixo-te um lugar quentinho, repleto de amor, com o meu cheiro, com o meu toque. e todas as noites eu te ouço dizer: "o teu toque não é apenas um sonho. eu sinto-o como se fosse real. eu sinto-o como se durasse todo o tempo do mundo"

5 comentários:

Du disse...

muito obrigada, vou seguir também *-*

RuteRita disse...

pois querida

inês ; disse...

que bonito. eu adoro o teu blog :)

Diogo Sc disse...

<3

sara disse...

li isto umas três vezes. adorei